Desperdício De Materiais Na Indústria: Um Problema Antigo

  • Matheus Eufrasio
  • Notícias
  • Nenhum comentário

Embora tenha sofrido com a pandemia, o setor industrial vem se recuperando. A estimativa de crescimento para este ano é 5,24%, segundo a pesquisa Focus do Banco Central.

No entanto, o segmento, um dos mais produtivos do país, se depara com um problema antigo e sério: o desperdício de materiais. 

De acordo com estudo feito sobre o tema, a perda de materiais acarreta em um aumento de 30% nas obras como um todo e eleva a necessidade de produtos de 11% a 20%. Portanto, é um prejuízo econômico importante.

Para destacar que os avanços na redução do desperdício de materiais ainda é um grande desafio, a CNI (Confederação Nacional da Indústria), em pesquisa realizada em 2019, mostra que 56,5% das indústrias brasileiras otimizam os seus  processos para a redução das perdas de produtos. 

Ou seja, um pouco mais que a metade do setor industrial do Brasil realmente toma medidas para conter o problema, que não é somente um prejuízo em si, pois tem desdobramentos negativos em diversas áreas, já que as perdas materiais podem resultar em:

  • Retrabalho;
  • Comprometimento do orçamento;
  • Atraso na entrega.

A soma destes entraves geram riscos à competitividade da empresa no mercado e perante os seus clientes. 

Principal Causa Das Perdas De Materiais Na Construção Civil

Ainda de acordo com estudo publicado sobre o assunto, são diversas as causas do desperdício, mas a principal é a falta de conscientização sobre a sua importância, que perpassa desde as etapas de planejamento à conclusão do projeto. Diante desse apontamento, podemos dizer que a solução para redução deve envolver todas as equipes de trabalho. 

É possível acrescentar as empresas fornecedoras de materiais, que estão na cadeia produtiva de outras organizações e por isso precisam estar atentas à preservação integral dos seus produtos na entrega, que não devem apresentar avarias, já que isso compromete a produtividade no chão de fábrica de quem recebe, pois exige a realização de ajustes.

Desperdício Reduz O Potencial Humano

Como falamos primeiro tópico, umas das consequências da perda de materiais é a exigência de retrabalho. E isso significa que as equipes vão produzir menos e muitas vezes atrasar a conclusão do projeto.

Portanto, quando as indústrias deixam de lado ações para conter o desperdício resultado de avarias, seja no transporte ou armazenamento, também deixam de aproveitar o potencial humano, ou seja, a mão de obra qualificada, que é também um dos problemas que atingem a eficiência e a produtividade de indústrias dos mais variados segmentos.

Quando Há Perdas De Materiais Também Há Prejuízos Ao Meio Ambiente

Ao analisar a capacidade produtiva industrial, no qual o PIB este ano deve crescer 4,0%, superior ao previsto para o nacional (3,8%), segundo estimativas publicadas no relatório Trimestral Macroeconômico e Setorial da QB Data Metrics, e os seus processos de produção, não é difícil concluir que o setor tem papel fundamental na redução dos impactos ambientais.

Embora o segmento invista em medidas sustentáveis, como práticas de economia circular feita por 76,4%, segundo pesquisa da CNI realizada em 2019, a primeira sobre o assunto, como já falamos, o problema do desperdício de materiais ainda é um problema alarmante.

E no mundo que precisa preservar os seus recursos naturais para garantir o bem-estar de todos e favorecer a economia, evitar as perdas de materiais é fator que contribui (e muito) com esse objetivo.

Logo, é hora das indústrias brasileiras incluírem de vez processos que minimizem o desperdício de forma eficaz.

Como Soluções Inovadoras, A Promaflex Tem Ajudado O Setor A Diminuir O Desperdício

Vanguardista na criação de soluções em proteção de superfície, a Promaflex tem ajudado o segmento a reduzir as perdas de materiais por avarias, evitando assim o desperdício,  de um jeito simples e inovador.

As linhas de proteção para obras garantem a integridade de diversos tipos de produtos como: pisos, pias, torneiras, janelas, vidros, caixilhos, entre outros, que deixam de sofrer o risco de danos como quebras, trincas e arranhões, por exemplo.

E tem mais: as soluções também auxiliam as empresas a estarem alinhadas com as questões ambientais, uma vez que são produtos que podem ser reciclados, colaborando assim com o meio ambiente e a economia circular, um conceito de desenvolvimento sustentável.

Agora é com você! Escolha diminuir os impactos econômicos e ambientais causados pelo desperdício de produtos na sua construção. Entre em contato conosco!

Acompanhe-nos nas redes sociais

Autor: Matheus Eufrasio

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil