extrusoras, fabricantes de esquadrias de lançarem obras com maior exigência e complexidade e modernidade, exigindo, assim, uma atualização do parque industrial", observa Soto. No entanto, o consultor confessa que mesmo com este despertar pode-se dizer, com certa precaução, que não há perspectivas de retomada deste setor em 2016, o que deverá ocorrer apenas no segundo semestre de 2017. Quando e como saber se há a necessidade de se optar por uma fachada unitizada ou por uma stick em um projeto em desenvolvimento? Segundo Soto, a fachada unitizada é um projeto completo que atende todo tipo de obra e tem flexibilidade quanto a sua indicação, portanto, libera o consultor na sua especificação e nos seus detalhes. Já a fachada stick oferece menos possibilidades de alterações em relação à unitizada. "Mas considero uma excelente opção para certos tipos de projetos e ampla para um número maior de fabricantes", acrescenta. Mais informações: www.marcosotoconsultoria.com.br
• PROMAFLEX/GRUPO VELLETRI — Uma nova linha de fitas em espuma

acrílica da marca holandesa AFTC está chegando ao mercado brasileiro. As fitas foram desenvolvidas para fixação de vidros em esquadrias e fachadas pele de vidro e podem ser encontradas em três cores: branca, cinza ou preta. "Além das fitas, passaremos a fornecer primers, cleaners e dispositivos de aplicação para o setor", informa Marcos de Mello, engenheiro da Convivência Engenharia, empresa do Grupo Velletri, salientando que o produto da AFTC tem qualidade e testes que garantem a performance em fachadas. A empresa está fornecendo a linha de fitas SG (structural glazing) para fixação de vidros em esquadrias tipo pele de vidro, e a linha de fitas SC (structural cladding) para fixação de compostos de alumínio e metal (painéis de acm, por exemplo) sobre esquadrias." Tanto as fitas como o silicone são soluções ótimas. Porém, as fitas são de mais rápida aplicação, com isto ganha-se em produtividade, menor consumo de material, tempo de espera para a instalação definitiva do caixilho colado e mão de obra

reduzida", ressalta Marcos de Mello. Para o engenheiro, as qualidades da fachada unitizada e da fachada stick atendem muito bem o setor. Uma ou outra deve ser aplicada conforme as necessidades do projeto arquitetônico. "Tudo depende da velocidade da obra e da área de trabalho no canteiro", diz, acrescentando que a fachada unitizada (offset wall) "vem pronta com todo o pé direto e requer uma área de estocagem grande. Na stick (ou peça a peça), o custo de manuseio e instalaçáo também é menor". Mais informações: www.promaflex.com.br
• SUPPERIORE CONSULTORIA — Os produtos de colagem estrutural (silicone e fita acrílica) que atendem as normas brasileiras e internacionais, quando aplicados corretamente, são altamente recomendãveis. Porém, para Henrique do Vale, arquiteto e diretor da empresa de consultoria, não basta seguir as normas, deve-se revisá-las também. "É algo extremamente necessário, pois existem sempre variáveis não contempladas em normas, por exemplo, a exigência de um artigo ou RRT (Registro de Responsabilidade Técnica.